Todas as Cidades
Histórico
Chuvas

Cotrijal sedia evento de apresentação dos números do Rally da Safra 2022

14/04/2022

Cotrijal sedia evento de apresentação dos números do Rally da Safra 2022
Segundo Pessôa, vai ser um ano difícil, mas quem está no sistema cooperativista leva vantagem (Clique para ver mais imagens)
Nei César Manica, presidente da Cotrijal, reiterou compromisso da cooperativa com o produtor Produtores de vários pontos da área de ação da Cotrijal participaram da programação Produtor Enio Zanette, de Capão Bonito do Sul Produtor Alexandre Goellner, de Carazinho Produtor Eduardo Ceccon, de Soledade

O encontro, presencial pela primeira vez desde 2019, trouxe um panorama da situação da safra de soja brasileira e também posicionou os produtores rurais sobre as expectativas de mercado. Foi o primeiro evento regional do Rally nesta temporada.


A média de produtividade de soja no Rio Grande do Sul deve ficar em 25,4 sacas por hectare, quebra de 56,2% em relação ao ano passado. Já a média brasileira, devido aos bons resultados em grandes estados produtores, como Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais e Bahia, deve reduzir 10,6% em comparação a 20/21.

A estimativa é da equipe do Rally da Safra e foi apresentada pelo coordenador geral da expedição, André Debastiani, durante evento sediado pela Cotrijal, na noite desta terça-feira, 12/4, no Restaurante do Parque da Expodireto, em Não-Me-Toque, reunindo, em sua maioria, produtores ligados à cooperativa.

André Pessôa, CEO da Agroconsult, que organiza o Rally, agradeceu o apoio da Cotrijal desde os primeiros anos da expedição e, ao falar sobre as tendências de mercado, destacou que as margens serão mais apertadas na safra de soja 22/23, devido ao aumento dos custos de produção. Na safra 21/22, os custos cresceram 30%. Para o próximo ciclo, o aumento pode chegar a 25%, por conta, principalmente, da alta dos fertilizantes.

Com a previsão de crescimento da demanda por soja, mesmo que se confirme a boa safra norte-americana, ele estimou preços internacionais ainda bastante favoráveis. “No Brasil, é preciso olhar a questão do câmbio e aí fica difícil fazer qualquer previsão, pois neste ano temos eleições e uma situação econômica bastante instável”, explicou.

 

Acesse aqui a entrevista com André Pessôa.


Planejamento é fundamental

Pessôa encerrou recomendando que os produtores busquem apoio da cooperativa ao planejar as próximas safras. “A quebra de produtividade afetou o fluxo de caixa das propriedades atingidas pela seca e há o desafio de acessar crédito para a próxima safra, pois os recursos do governo não serão suficientes. Vai ser difícil para todo mundo, mas quem está no sistema cooperativista leva vantagem. No caso da Cotrijal, tem acesso a crédito, seguro personalizado e insumos e tecnologias”, afirmou.

Ele destacou ainda que o trigo pode ser uma boa opção de rentabilidade para o inverno, devido aos preços elevados, e orientou a dedicar tempo para o bom planejamento da próxima safra de verão. “Esse é o ano para aproveitar a poupança de fertilidade no solo, mas lembrando que é importante avaliar bem a situação de cada lavoura junto com o assistente técnico para não comprometer a produtividade, que é a mãe da rentabilidade”, concluiu.

O associado Enio Zanette veio de Capão Bonito do Sul para participar, pela primeira vez, do evento do Rally da Safra. “Muito importantes as informações. Olhar o cenário facilita o planejamento. É muito bom termos a Cotrijal do nosso lado para auxiliar, com informações, tecnologias e oportunidades de mercado. Já compramos os fertilizantes para o inverno e o verão”, avaliou.

Acesse aqui a entrevista com André Debastiani e produtores que participaram do evento.

O RALLY - O Rally da Safra é o maior levantamento da safra de grãos do país. Nesta 19ª edição, vai percorrer 11 estados, num total de 1 milhão de quilômetros, e coletar 1.600 amostras de campo em 30 mil lavouras. Os números apresentados no evento em Não-Me-Toque foram coletados entre janeiro e março.

Fonte: Assessoria de Imprensa e Marketing da Cotrijal


Cotrijal sedia evento de apresentação dos números do Rally da Safra 2022 Nei César Manica, presidente da Cotrijal, reiterou compromisso da cooperativa com o produtor Produtores de vários pontos da área de ação da Cotrijal participaram da programação Produtor Enio Zanette, de Capão Bonito do Sul Produtor Alexandre Goellner, de Carazinho Produtor Eduardo Ceccon, de Soledade