Todas as Cidades
Histórico
Chuvas

Governo anuncia durante a Expodireto a liberação de cerca de R$ 2,8 bilhões para destravar crédito rural

10/03/2022

Governo anuncia durante a Expodireto a liberação de cerca de R$ 2,8 bilhões para destravar crédito rural
Reunião on-line com a ministra Tereza Cristina aconteceu no início da tarde desta quinta-feira (10) (Clique para ver mais imagens)
Coletiva com a imprensa para anunciar as medidas Entidades se uniram para buscar amparo do governo federal

A pressão de autoridades gaúchas, na 22ª Expodireto Cotrijal, teve efeito. O governo Federal anunciou na feira a liberação de cerca de R$ 2,8 bilhões para destravar o crédito rural. Os recursos vão contemplar produtores do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul, quatro estados atingidos pela estiagem.

Em reunião virtual com a direção da Cotrijal, no início da tarde desta quinta-feira (10), a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, informou a liberação de R$ 1,2 bilhão para rebate de parcelas do Pronaf (sem cobertura do Proagro ou seguro agrícola), a partir de uma Medida Provisória (MP) que será publicada até a próxima terça-feira (15). 

Também foi anunciado o destravamento de R$ 1,686 bilhão para linhas do Plano Safra 2021/2022, via projeto de lei (PLN 1/2022) que será votado no Congresso na quarta (16). O objetivo é a retomada do crédito rural, como custeio e investimentos.

O PLN 1/2022 ainda deverá contemplar R$ 1,3 bilhão para complementação do Proagro, R$ 510 milhões de seguro agrícola e R$ 600 milhões para prorrogação de custeios e investimentos.

O presidente da Cotrijal, Nei César Manica, que no início da semana cobrou a presença da ministra na Expodireto, desta vez elogiou Tereza Cristina em entrevista coletiva realizada após a reunião. “A gente tem que fazer um louvor a ela. O não comparecimento é compressível, pois ela está em Brasília trabalhando nas nossas reivindicações”, explicou.

Quanto à ausência do presidente Jair Bolsonaro, reiterou sua insatisfação: “Não vou mais convidar presidente da República para vir na Expodireto”.

Manica também elogiou o empenho do senador Luis Carlos Heinze, que após a abertura oficial da Expodireto, na segunda-feira (7), correu a Brasília para buscar soluções para o problema da estiagem. Heinze se reuniu com o presidente Jair Bolsonaro e com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Presente na coletiva, o senador ressaltou que há duas semanas R$ 860 milhões já tinham sido liberados com recursos do Ministério da Agricultura. “Começamos a normalizar o crédito rural, que é exatamente o que o produtor precisa neste momento”, disse Heinze.

Durante a coletiva também foi evidenciada a importância do esforço coletivo das entidades e deputados, de vários partidos, na busca por medidas de apoio aos produtores. Na avaliação dos presidentes da Farsul, Gedeão Pereira, e da Fetag, Carlos Joel da Silva, a feira, desde o princípio, tem sido um grande palco de defesa dos interesses do campo e a partir da força da Expodireto Cotrijal que se alcançou soluções para muitos problemas vivenciados pelos produtores rurais.

Também estiveram presentes na coletiva de imprensa: vice-presidente da Cotrijal, Enio Schroeder; embaixador da Expodireto Cotrijal, Paulo Sérgio Pinto; deputado federal Pedro Westphalen, deputado estadual Ernani Polo; presidente da Famurs, Eduardo Bonotto; vice-presidente da Aprosoja, Irineu Orth; economista da Fecoagro, Tarcísio Minetto; e o economista-chefe da Farsul, Antônio da Luz.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Expodireto Cotrijal


Governo anuncia durante a Expodireto a liberação de cerca de R$ 2,8 bilhões para destravar crédito rural Coletiva com a imprensa para anunciar as medidas Entidades se uniram para buscar amparo do governo federal