Todas as Cidades
Histórico
Chuvas

Fórum do Leite debate os desafios do setor

09/03/2022

Fórum do Leite debate os desafios do setor

A atividade leiteira foi amplamente debatida na manhã desta quarta-feira (9), na 22ª Expodireto Cotrijal, durante o 17º Fórum Estadual do Leite. Os técnicos e produtores, que lotaram o auditório central, saíram do evento com a sensação de que o presente é desafiador, mas que o futuro é promissor.


A primeira palestra foi a do médico veterinário da Rehagro, Matheus Balduino Moreira, que tratou do tema “Como fazer a gestão da pecuária de leite superando crises”. O profissional demonstrou como tornar a fazenda mais eficiente e o quanto gera de dinheiro melhorando o manejo e agindo com gestão.


“Uma gestão eficiente passa pela organização e pelo monitoramento do sistema para que ele alcance os resultados que a gente quer. É entender que grande parte dos problemas advêm do sistema que está errado, não de quem está lá trabalhando. Um bom gestor, sabendo disso, estrutura os processos, indicadores e as pessoas para que o resultado seja alcançado. O caixa é soberano, observe o caixa. Tem muita gente quebrando com a fazenda dando lucro porque quebram o caixa”, comenta Moreira.

O professor da Universidade de Juiz de Fora, Paulo do Carmo Martins, ministrou palestra com o tema “Desafios e oportunidades para o setor lácteo”. Martins apresentou 12 tendências para o curto e médio prazo.

“O futuro, não temos dúvidas, é promissor, porque a gente está aumentando o consumo de leite per capita e aumentando a eficiência nas propriedades leiteiras. No curto prazo, temos o desafio do produtor conseguir fechar a conta. As margens estão muito estreitas e tem produtor no vermelho”, alerta o professor.

O evento foi finalizado com a palestra do diretor executivo da Viva Lácteos, Gustavo Beduschi, com o tema “Desafios do mercado de leite em 2022”. O palestrante chamou atenção para o Projeto de Lei 110/2019, que altera o Sistema Tributário Nacional e afetará diretamente o agronegócio. Ao final, Beduschi elogiou a qualidade do evento.

“O fórum foi excelente, desde a qualidade das apresentações até o público que ficou atento do início ao fim e demonstrou grande interesse pelos temas debatidos. Temos esperança de que um futuro promissor nos aguarda”, sentenciou o diretor da Viva Lácteos.

Sucesso

O superintendente de Produção Animal e Novos Negócios da Cotrijal, Renne Granato, explica que a função do fórum é gerar discussão e, através do debate, nortear os trabalhos da CCGL, uma das promotoras do evento, e das cooperativas singulares ao longo do ano.

“O evento foi sensacional, lotado até a finaleira. Os produtores e técnicos levaram muita informação e dados importantes para casa. Nosso sentimento é de dever cumprido com o expectador do fórum deste ano”, avalia Granato.

Conhecimento

Entre os produtores que estavam no fórum, Ricardo e Maiara Neuberger trouxeram para o evento o pequeno Benhur, de quatro meses. A família de Coqueiros do Sul atua há 12 anos na produção leiteira. “Viemos para buscar conhecimento e colocar em prática. Sempre pensamos nos custos e no que vamos investir. Para nós, a atividade leiteira é o carro-chefe na propriedade”, afirma Maiara.

Ricardo, por sua vez, relata que é preciso atuar com cautela para superar os desafios de 2022. “Temos que ir controlando as contas e calculando os custos para dar um drible na seca. Temos que agir com mais cautela este ano”, avaliou o produtor, enquanto embalava o pequeno Benhur no carrinho de bebê. O garoto dormiu sossegado durante o fórum e, no que depender dos pais, terá grande futuro no mundo do leite.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Expodireto Cotrijal