Todas as Cidades
Histórico
Chuvas

CCGL antecipa distribuição de R$ 10 milhões entre seus produtores

16/02/2022

CCGL antecipa distribuição de R$ 10 milhões entre seus produtores

A cooperativa central também anunciou que, a partir de fevereiro, pagará um plus no preço pelo leite originado em propriedades certificadas livres para brucelose e tuberculose

 

Devido às perdas ocorridas em função da estiagem, a Cooperativa Central Gaúcha Ltda. - CCGL definiu em sua assembleia a antecipação do pagamento da participação dos seus produtores nos resultados da industrialização e comercialização do leite produzido em sua fábrica de laticínios. O valor total a ser distribuído será de R$ 10 milhões e o pagamento será antecipado, neste ano, de abril para março, para todos que entregaram ininterruptamente a matéria-prima (leite) durante o ano de 2021 e que estiverem ativos no sistema CCGL até a data prevista para o efetivo pagamento.

Conforme o Presidente da CCGL Caio Vianna neste momento extremamente difícil, as cooperativas, mais do que qualquer outra empresa, fazem a sua parte de ser sensível no apoio aos produtores, não apenas nos preços dos produtos, na antecipação das participações, mas também na questão reivindicatória. – Acompanhadas das entidades que representam os produtores, como a Fetag, Farsul e FecoAgro, faremos todo o esforço para levar aos produtores a opção de permanecerem na sua atividade, de retomarem a sua produção, seja de grãos, leite, ou outras atividades da propriedade rural, a fim de que possamos superar esse momento difícil que o fator climático trouxe para os produtores do Rio Grande do Sul – ressalta o Presidente da CCGL. 

Durante a assembleia, também foi definido o início do pagamento permanente do adicional de R$ 0,02 (dois centavos) por litro de leite originado em propriedades certificadas livres para brucelose e tuberculose. A ação da CCGL será incorporada nos valores atuais como política de incentivo de qualidade e sanidade, a partir do leite precificado no mês de janeiro deste ano, e já terá seu primeiro pagamento em 15 de fevereiro de 2022.

– Trata-se de valorizar a qualidade, a rastreabilidade e própria matéria-prima da indústria. Hoje, somos no Brasil a empresa que tem o melhor status sanitário da sua matéria-prima, 40% de todo o leite da CCGL, recebido, provém de propriedades, certificadas livres para tuberculose e brucelose – destaca Caio Vianna.

Além disso, o sistema CCGL com suas cooperativas associadas disponibiliza como diferencial a seus produtores a pesquisa, a assistência técnica, o fornecimento de insumos e o apoio na melhoria da rentabilidade das propriedades, através de sua unidade de pesquisa e da Rede Técnica Cooperativa – RTC.

Fonte: CCGL