Todas as Cidades
Histórico
Chuvas

Seguro: mais de R$ 11,9 milhões em subvenção federal

16/03/2021

Seguro: mais de R$ 11,9 milhões em subvenção federal
(Clique para ver mais imagens)
Dorval Pereira da Silva: seguro é essencial Clóvis Giacomin: acesso a subvenção leva a economia de cerca de 35%

Valor cresceu 117% ano passado comparado a 2019. Em cinco anos, os produtores da Cotrijal deixaram de desembolsar R$ 27 milhões.
 

A busca por soluções que levem o produtor a produzir mais e ter melhor rentabilidade é constante na Cotrijal. Ao lançar sua nova marca, a cooperativa reforça o compromisso de estar atenta a todas as necessidades do associado e anuncia que os produtores que contrataram seguro agrícola em 2020 economizaram mais de R$ 11,9 milhões. O valor refere-se à subvenção federal para as culturas de inverno e verão.

Desde a implantação da Cotrijal Seguros, em 2016, a cooperativa tem priorizado a liberação das contratações no primeiro trimestre, para facilitar o acesso ao programa de subvenção do governo federal. Com isso, em cinco anos, possibilitou que os produtores deixassem de desembolsar R$ 27 milhões.

Um dos beneficiados com o trabalho da cooperativa é o associado Clóvis Giacomin. Com áreas em Gentil, ele não abre mão do seguro, tanto no inverno quanto no verão. Em 2020, teve que acionar a seguradora para os 23 hectares de cevada, afetados pela geada. “Colhi só 15 sacos por hectare. Não fosse o seguro, teria ficado no prejuízo, já que os custos de produção no inverno estão próximos a 45 sacos por hectare”, aponta o produtor, que já está com as próximas safras planejadas.

O superintendente Administrativo-Financeiro da Cotrijal, Marcelo Ivan Schwalbert, adianta que as propostas para o próximo ciclo de inverno e de verão devem estar à disposição já em março. “É essencial que os produtores contratem logo o seguro para aumentar a chance de acesso à subvenção”, recomenda.

Nas culturas de inverno, com a subvenção, em 2020, a economia dos produtores ficou em torno de 35%. No verão, em média, 25%.

Seguro salvou os produtores no inverno

Geada e excesso de chuva afetaram muitas lavouras na última safra de inverno. Os produtores que fizeram o seguro agrícola através da Cotrijal não acumularam prejuízo. Contando cevada e trigo, o total de indenizações chegou a mais de R$ 3,4 milhões.

Em Pinheiro Marcado, interior de Carazinho, a geada também afetou as lavouras de inverno. O produtor Dorval Pereira da Silva teve a área de trigo, de 45 hectares, prejudicada. Graças ao seguro, conseguiu cobrir os custos de produção. Ele trabalha em parceria com os filhos Márcio Lucas e Igor e no verão também assegurou os 20 hectares de milho. “Este ano a safra de milho foi bem, mas não dá pra correr o risco de perder todo investimento por causa do clima”, defende.
 

Indenizações nas culturas de inverno 2020: R$ 3.460.620,44
 

RESULTADOS DA SUBVENÇÃO FEDERAL

ANO VOLUME RECEBIDO INVERNO E VERÃO HECTARES
2016 R$ 2.399.287,00 32.146
2017 R$ 3.140.222,00 38.776
2018 R$ 4.123.662,00 47.838
2019 R$ 5.500.657,76 66.519
2020 R$ 11.938.148,39 151.327
TOTAL R$ 27.101.977,15 336.606

QUANTIDADE DE PROPOSTAS QUE RECEBERAM A SUBVENÇÃO
2018 – 1.060
2019 – 1.761
2020 – 3.409

ECONOMIA GERADA PELA SUBVENÇÃO
35%, em média, nas culturas de inverno
25%, em média, nas culturas de verão

CONFIRA A NOTÍCIA COMPLETA NO JORNAL DA COTRIJAL.

Fonte: Assessoria de Imprensa e Marketing da Cotrijal


Seguro: mais de R$ 11,9 milhões em subvenção federal Dorval Pereira da Silva: seguro é essencial Clóvis Giacomin: acesso a subvenção leva a economia de cerca de 35%