Todas as Cidades
Histórico
Chuvas

Dia de Campo para reforçar a importância do milho

21/01/2016

Dia de Campo para reforçar a importância do milho
(Clique para ver mais imagens)
Fernando Socolovski apresentou os materiais Produtores avaliaram os materiais apresentados Douglas Antenior Erig, de Victor Graeff, está contente com o resultado de sua silagem Leonel do Prado, de Pinheiro Marcado acredita na cultura do milho

A cultura do milho foi o destaque do Dia de Campo realizado pela Syngenta com a participação de produtores e associados da Cotrijal. A atividade aconteceu nesta quinta-feira, dia 21, iniciando na localidade de São Bento (interior de Carazinho), na propriedade do associado da Cotrijal Luciano Mattos, e teve sequência em áreas localizadas em Sarandi.

Os produtores obtiveram informações sobre cinco híbridos Syngenta, semeados no dia 30 de setembro de 2015. Três materiais são destinados para a produção de silagem e dois para a produção de grãos. Segundo o RTV da Syngenta, Fernando Socolovski, os manejos desenvolvidos na área foram realizados seguindo o planejamento do proprietário. “Os produtores tiveram acesso às parcelas e puderam avaliar inserções de espigas, tamanho de plantas, incidência de doenças e também tiveram uma estimativa de produtividade”, informa.

Segundo o RTV, nos híbridos precoces foi realizada uma aplicação de fungicida (estágio vegetativo) e nos híbridos superprecoces foram feitas duas aplicações (uma na fase vegetativa e outra no pré-pendoamento).

A melhor silagem da história
“Em 19 anos de trabalho com a produção leiteira, este ano consegui fazer melhor silagem”, disse o associado da Cotrijal, Douglas Antenior Erig, de Linha Jacuí - Victor Graeff. Segundo o produtor, sua produção, que teve o acompanhamento dos profissionais do Detec e Devet, deve ultrapassar 55 toneladas por hectare. “O clima foi um fator determinante para essa produção, mas não podemos esquecer dos investimentos que realizamos em tecnologia e adubação”, explica o produtor.

Erig trabalha atualmente com um plantel de 25 vacas em lactação, com uma produção de 24 litros vaca/dia. “Acredito que com a utilização dessa silagem teremos um incremento na produção de leite, o que é muito importante considerando esse momento de elevação nos custos de produção”.

Produtor reforça a necessidade da rotação de culturas
“Nunca deixo de plantar meu milho”, comenta o produtor e associado da Cotrijal, Leonel do Prado Hammel, de Pinheiro Marcado – Saldanha Marinho. Ele destinou 10 hectares de sua área para a produção de milho e acredita no sucesso de sua plantação. “Não podemos pensar no milho como uma cultura isolada. Ele tem papel importante para a rotação de culturas. As melhores médias da soja consigo nas áreas que tiveram milho na safra anterior. Muitos estão esquecendo da rotação e pagarão um alto preço no futuro”, destaca.

A Cotrijal participou do evento com produtores das unidades de Não-Me-Toque, Victor Graeff, Lagoa dos Três Cantos, Tio Hugo, Santo Antônio do Planalto e Coqueiros do Sul (Igrejinha), Almirante Tamandaré do Sul, Colorado e Vista Alegre. A comitiva também contou com a participação do gerente de Produção Vegetal, Juliano Recalcatti; do gerente do Produção Animal, Renne Granato; e do técnico agrícola, Vilson Weber.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Cotrijal 


Dia de Campo para reforçar a importância do milho Fernando Socolovski apresentou os materiais Produtores avaliaram os materiais apresentados Douglas Antenior Erig, de Victor Graeff, está contente com o resultado de sua silagem Leonel do Prado, de Pinheiro Marcado acredita na cultura do milho