Todas as Cidades
Histórico
Chuvas

Comércio brasileiro de agrotóxicos apresenta crescimento

12/04/2012

Mercado de agrotóxicos do Brasil cresce em ritmo acelerado O comércio de agrotóxicos no Brasil cresceu 190% entre 2000 e 2010. O número representa mais do que o dobro da média mundial, de 93%. A informação é resultado de um estudo sobre o mercado do produto no Brasil divulgado nesta quarta, dia 11, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). De acordo com o diretor do órgão, Agenor Álvares, esse crescimento foi impulsionado em grande parte pela expansão agrícola no país, o que faz do Brasil o maior mercado doméstico de agrotóxicos do mundo, à frente dos Estados Unidos.

Em 2010, o mercado nacional movimentou US$ 7,3 bilhões, o que representa 14,25% do total mundial, que chegou a US$ 51,2 bilhões. O mercado de agrotóxicos no Brasil é altamente concentrado, assim como no restante do mundo. As dez maiores empresas do setor são responsáveis por 65% da produção nacional e por 75% das vendas. Em termos globais, as 13 maiores empresas dominam 83% do mercado mundial e apenas seis (Basf, Bayer, Dow, Dupont, Monsanto e Syngenta) detêm 66%.

O estudo mostra ainda que 45% do mercado nacional de agrotóxicos é de herbicidas, 14% de fungicidas, 12% de inseticidas, 2% de acaricidas e 17% de outros tipos. Um único produto, o glifosato, é responsável por 29% do mercado brasileiro de agrotóxicos.

AGÊNCIA BRASIL