Todas as Cidades
Histórico
Chuvas

Vem frio por aí

27/03/2012

Estado terá temperatura de inverno com marcas que poderão ficar próximas de 0°C na SerraApós dias amenos, o clima no Estado começa a mudar. Uma massa de ar polar que vem dos Andes desembarca no Rio Grande do Sul amanhã, com toda a força. A previsão é de um amanhecer de quarta com temperatura de inverno, próxima a 0°C na região serrana.

Tanto na quarta quanto na quinta-feira a mínima tende a ter apenas um dígito na maioria das áreas, inclusive na Região Metropolitana, onde estão previstos 9°C ao amanhecer. A última vez em que os termômetros baixaram de 10°C em março, na Capital, foi em 1990, quando chegaram a 9,6°C. Nas tardes de hoje, amanhã e quinta, a temperatura subirá lentamente, mas com máxima que não deve passar muito dos 22°C na maioria das regiões.

Com o núcleo do ar polar (parte mais intensa da massa de ar frio) entre o continente e o mar, na quinta-feira os gaúchos ainda poderão ter baixa temperatura e forte sensação de frio, principalmente entre a madrugada e o amanhecer, em áreas da Serra, da Grande Porto Alegre, no entorno da lagoa dos Patos e no Litoral.

Não há perspectiva de chuva nesta semana, porque a massa massa de ar seco e frio vai deixar baixos os índices de umidade relativa do ar. Em áreas do centro, oeste e norte do Estado, a umidade irá oscilar entre 25% e 30% e em alguns trechos poderá cair abaixo de 20%.

A meteorologista Estael Sias, da Central de Meteorologia, ressalta que essa massa de ar vem do Oceano Pacífico, cruza os Andes e chega ao território gaúcho pela Fronteira Oeste - no sentido Oeste-Leste. A situação mais comum é a massa de ar polar avançar no sentido Sul-Norte, desde o continente argentino para Uruguai e Brasil, tendo parte dela sobre o oceano, o que diminui sua capacidade de gerar frio intenso.

- As tardes de quarta e quinta serão as mais frias de 2012 até agora. A terça-feira à tarde já será fria na Campanha, na Serra e na Zona Sul. No dia seguinte, a tarde será mais gelada nas regiões do Planalto Médio e da Serra.

Fonte: Zero Hora