Todas as Cidades
Histórico
Chuvas

Governadora Yeda recebe prêmio Sementes da Vida

23/10/2009

A homenagem ocorreu durante o Encontro Regional de Mulheres, que está acontecendo no município de Ernestina e que reúne mais de 2,5 mil mulheres.

Ao chegar ao local do evento, Yeda foi assediada pelo público, que queria abraçá-la e tirar fotos. Já no placo, disse que quando um grande número de mulheres ocupadas se reúne em um mesmo local, só pode sair um ótimo resultado. "Quando as mulheres se reúnem, aumenta a confiança no convívio social. Se eu pudesse, abraçava cada uma de vocês, ainda mais neste momento tão difícil da minha vida. Eu estive com vocês e sei que vocês estiveram comigo. Vim aqui para dividir a alegria que tenho da justiça ter sido feita", disse.

Yeda parabenizou o trabalho da Emater/RS-Ascar. "Eu vim aqui trazer um abraço muito especial, porque ninguém reúne 2,5 mil elementos de força, que são as mulheres, se não estiverem simplesmente envolvidas com as políticas de melhoria, qualidade de vida e organização das mulheres", afirmou. A governadora agradeceu a homenagem e parabenizou a iniciativa. "Coisa linda um prêmio chamado Sementes da Vida. Nada mais próprio para elas que fazem o pão". Ao falar de produção, Yeda manifestou seu orgulho pelo Rio Grande, dizendo que "o RS hoje é capaz de produzir qualquer coisa que seja importante para o mundo".

A diretora técnica da Emater/RS-Ascar, Águeda Marcéi Mezomo, entregou o prêmio à Yeda. Conforme ela, a governadora, assim como as mulheres rurais, são grandes guerreiras e merecem este reconhecimento. Conforme ela, a intenção do Governo do Estado e da Emater/RS-Ascar é promover ações junto ao público feminino, que visem a valorização da categoria. "A mulher rural é uma agente importante no desenvolvimento do meio rural, na harmonia da família e da vida em comunidade", disse.

QUEM É YEDA CRUSIUS?

Yeda Crusius nasceu no Estado de São Paulo, em uma típica família de classe média, descendente de avós imigrantes italianos e portugueses. Em 1970 mudou-se para o Rio Grande do Sul, onde constituiu família. Em Porto Alegre, nasceram e cresceram os filhos César Augusto e Tarsila, e os netos João Guilherme, Helena, Vinícius e Victoria.

Yeda é economista, professora universitária, comunicadora, amante de esportes e música, leitora voraz, tornou-se política/partidária com o nascimento do PSDB em 1988. Foi ministra do Planejamento no governo Itamar Franco (1993), eleita deputada federal pelo Rio Grande do Sul em 1994, 1998 e 2002. Atuou como analista e articulista de diversos jornais, além de rádios e TVs. Como consultora, fez parte de conselhos administrativos de entidades públicas e privadas como da Fiergs e Banco Meridional. Foi integrante de Comissões na área de Tributação, do Orçamento e de Economia e Presidente da Comissão de Finanças e Tributação na Câmara dos Deputados.

É a primeira governadora mulher eleita no Rio Grande do Sul e tem-se destacado no Brasil pela gestão que vem realizando. Entre suas conquistas à frente do Palácio Piratini, está o déficit zero. Com o lema “coragem para fazer”, Yeda retomou a pavimentação de estradas, já pagou mais de R$ 1,5 milhão em precatórios, parados desde 1999, e fez investimentos maciços em segurança pública, como a contratação de mais de 7 mil profissionais e aquisição de mais de 1,6 mil viaturas somente este ano. Na agricultura, Yeda está investindo R$ 85 milhões no programa estadual de irrigação, que está em andamento e no fortalecimento da extensão rural, sendo a responsável por 80% de todos os recursos que a Emater recebe, além de entusiasta e principal apoiadora dos Programas Rio Grande Mulher e Rio Grande Jovem, desenvolvidos pela Emater, entre outros.

Magali Beckmann Fonte: Assessoria de Comunicação Diretoria Técnica Emater/RS-Ascar