Todas as Cidades
Histórico
Chuvas

Cotrijal comemora 54 anos ao lado do produtor

14/09/2011

Nesta quarta-feira, 14 de setembro de 2011, a Cotrijal Cooperativa Agropecuária e industrial comemora 54 anos de fundação. Uma trajetória de sucesso que iniciou em 1957 motivada por um grupo de 11 agricultores da Associação Rural de Não-Me-Toque. Eles criaram a cooperativa, e deram início a um trabalho que segundo consta no estatuto social da organização, foi iniciado para "unir os agricultores que dediquem ao plantio de trigo dentro de suas áreas de operações, compram para eles, em comum, artigos necessários às culturas, beneficiar, padronizar e vender sua produção, e promover a mais ampla defesa de seus interesses econômicos". Os objetivos expressos pelos fundadores da Cooperativa materializam, portanto, a dimensão econômica e mercantil da entidade, correspondendo à dinâmica de modernização produtiva, que vinha se desenvolvendo na região através da triticultura no meio rural. Hoje, o foco continua sendo o produtor, através de ações de desenvolvimento sustentável e acesso à informação e tecnologia. A Cotrijal, direcionada ao agronegócio de alimentos, está presente em 14 municípios do Planalto Médio Gaúcho, com 33 unidades de recebimento de produção, atendendo mais de cinco mil associados. Além da atividade grãos, que representa mais de 86% do faturamento da cooperativa, a Cotrijal também atua nas áreas de produção leiteira, fábrica de rações, lojas de insumos e supermercados. O compromisso da Cotrijal é disponibilizar informações, tecnologias e serviços que possam melhorar o resultado das propriedades e garantir segurança e renda ao associado. A cooperativa mantém um complexo que inclui assistência técnica e veterinária, recebimento e beneficiamento e comercialização de grãos, fornecimento de insumos, viabilização de crédito. Também, politicamente, a Cotrijal tem respaldado permanentemente o produtor, desenvolvendo ações em defesa de temas como: seguro rural, endividamento agrícola, biotecnologia e questão florestal.
Futuro de desafios e conquistas

Presidente da Cotrijal desde 1995, Nei César Mânica reconhece que muitos desafios foram enfrentados pela cooperativa, como estiagens, problemas de câmbio e de mercado, mas que felizmente foram superados, com visão e gestão profissionalizadas. "Sempre soubemos administrar e passar por essas turbulências e apresentar um resultado positivo", destaca.

Mânica alerta para o momento gratificante que vive a cooperativa, destacando um planejamento estratégico claro e com foco específico. "Hoje a cooperativa oportuniza o ingresso do agricultor na agricultura de precisão, está modernizando e aumentando sua capacidade de armazenagem, organizando sua rede de supermercados, e está inserida no cenário gaúcho e nacional como uma cooperativa de destaque, pelo que representa na economia e no agronegócio brasileiro".

Mostrando-se consciente dos desafios dos mercados e da concorrência, o presidente da cooperativa se mostra otimista em relação ao futuro da organização. "O futuro nos desafia, sabemos que acontecerão mudanças, e que devemos estar preparados, com visão, buscando o fortalecimento e a verticalização dos negócios", completa. "Com ações focadas, sem medo, vamos continuar crescendo. Os desafios existem, mas estamos preparados para enfrentá-los".

RECONHECIMENTO O resultado desse sucesso tem reconhecimento nacional. Na edição especial "Melhores e Maiores" da Revista Exame, deste ano, a Cotrijal Cooperativa Agropecuária e Industrial, aparece como a 592ª colocada no ranking das mil maiores em vendas no Brasil. A cooperativa também figura entre as 400 maiores do agronegócio brasileiro, na posição 128. Ainda na Região Sul, a cooperativa ocupa a 38ª posição entre as 50 maiores do agronegócio.