Todas as Cidades
Histórico
Chuvas

Safra mineira de grãos cresce acima da média nacional

10/02/2011

O crescimento da safra mineira de grãos neste ano será superior ao aumento médio da safra nacional. A produção estadual será de 10,5 milhões de toneladas.

Um crescimento de 3,6% em relação ao mesmo passado. Já a safra nacional, de 153 milhões de toneladas, irá registrar um crescimento de 2,6%. Além de registrar uma produção recorde, Minas Gerais é o único que deverá ter crescimento da safra de grãos em 2011 dentre os estados das regiões Sul e Sudeste. Os números foram divulgados nesta quarta-feira (09/02) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

"Vamos registrar crescimento na colheita dos principais grãos cultivados em Minas Gerais", comenta o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, Elmiro Nascimento. O milho, que tem a maior área plantada no Estado, terá crescimento de 3,4% em relação a 2010. A produção mineira esperada para este ano é de 6,3 milhões de toneladas. Já a safra nacional do grão registrará queda de 2,6%, segundo a Conab.

A soja, outro grão de destaque na produção mineira, vai registrar aumento de 6,8% e produção recorde de 3,1 milhões de toneladas, enquanto a produção brasileira vai registrar aumento de 2,1%. Outros grãos que registraram crescimento em Minas foram algodão em caroço (83,3%) e feijão primeira safra (12,7%). As condições climáticas favoráveis estão entre os fatores que contribuíram para o aumento da safra de grãos no Estado. As chuvas que caíram em excesso não afetaram as principais regiões produtoras.

"O cenário favorável coincide com o crescimento da demanda mundial pelos produtos do agronegócio, refletindo na melhora do preço pago ao produtor, e criando um círculo benéfico em toda a cadeia produtiva", afirma o secretário.

Safra mineira de grãos em 2011 Produção total: 10,5 milhões de toneladas – alta de 3,6% Produção de milho: 6,3 milhões de toneladas – alta de 3,4% Produção de soja: 3,1 milhões de toneladas – alta de 6,8% Produção de feijão (1ª safra): 240,8 mil toneladas – alta de 12,7% Produção de algodão: 102,3 mil toneladas – alta de 83,3%