Todas as Cidades
Histórico
Chuvas

Rally da Safra inicia com expectativa de nova safra recorde

28/01/2011

A combinação de ótimos preços e boas produtividades deverá marcar o cenário a ser encontrado pelo Rally da Safra 2011, principal levantamento privado da produção nacional de soja e milho. Apesar do atraso no plantio da safra nas regiões Centro-Oeste – com ameaça de excesso de chuvas - e Sudeste e do receio de uma quebra na produção no Sul, ambos por conta do fenômeno La Niña, a safra de grãos deverá mostrar resultados muito satisfatórios, alcançando novo recorde. "Até este momento, tudo está correndo muito bem", afirma André Pessôa, coordenador do Rally e diretor da Agroconsult, organizadora da expedição que terá início no próximo dia 31 de janeiro.

Segundo a Perspectiva de Safra divulgada nesta quinta-feira, dia 27 de janeiro, pela Agroconsult, a produção nacional de soja na safra 2010/2011 deverá chegar a 70,3 milhões de toneladas. "Este é o maior número que já divulgamos", diz Pessoa. A produção de milho verão alcançará 32,6 milhões de toneladas. A safra total de grãos, conforme levantamento da Agroconsult, é estimada em 154,27 milhões de toneladas, recorde que representa uma elevação de 3,7% sobre a safra anterior.

Segundo André Pessôa, a safra 2010/11 marca um novo ciclo de expansão da atividade agrícola no Brasil, voltada mais para o uso de tecnologia e otimização das áreas existentes, do que para a abertura de novas áreas. "Haverá um crescimento moderado de área plantada, mas não no mesmo ritmo da década passada. Nesta década temos uma contribuição mais intensa da produtividade, com reflexo positivo e cenário promissor para todos os fornecedores de tecnologia. Essa dinâmica que nós projetamos, nos rallies anteriores, está se confirmando: 2011 é o primeiro ano deste novo ciclo".

Primeira parada: soja precoce

O Rally da Safra 2011 irá a campo confirmar os números divulgados nesta quinta-feira (27), avaliando de forma qualitativa e quantitativa a produção de soja e milho em diferentes estágios. Inicialmente, os técnicos visitarão lavouras de soja precoce no Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Paraná e depois retornarão às mesmas regiões para verificar as de ciclo médio e tardio.

Outro destaque será uma equipe destinada exclusivamente para levantamento das condições da safra de milho no Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, com os técnicos retornando à região Sul posteriormente para avaliar a soja. "Este ano, cooperativas e técnicos do Rio Grande do Sul e Santa Catarina orientaram produtores a antecipar o plantio de milho para evitar o La Niña e chegaremos à região já na época da colheita", esclarece Pessôa.

Ao final da expedição, os técnicos visitarão regiões com calendário mais tardio, como Bahia, Maranhão, Piauí e Tocantins. Nesses locais, existe o risco do excesso de chuvas trazer algum prejuízo ao desenvolvimento das lavouras, acredita o coordenador do Rally.

A equipe do Rally da safra deve passar por Não-Me-Toque no dia 15 de março. O trabalho das equipes e o roteiro completo da expedição poderão ser acompanhados pelo site www.rallydasafra.com.br, com informações atualizadas diariamente, e pelo twitter: www.twitter.com/RallySafra e pelo Facebook.

As informações são da assessoria de imprensa da Agroconsult .