Todas as Cidades
Histórico
Chuvas

Negócios da Expodireto chegam a R$ 2,207 bilhões

Negócios da Expodireto chegam a R$ 2,207 bilhões

A Expodireto Contrijal 2018 terminou na tarde desta sexta-feira, 9 de março, com receitas em vendas que satisfizeram os organizadores. O montante chegou a R$ 2,207 bilhões, o que representa uma alta de 4% frente à edição de 2017, que somou R$ 2,120 bilhões. 

A previsão inicial era de avançar um pouco mais, explicou em entrevista coletiva o presidente do evento, Nei César Mânica, ladeado pelo vice-presidente, Enio Schroeder, por superintendentes do Cotrijal, pelo secretário estadual da Agricultura, Ernani Polo, e pela senadora Ana Amélia Lemos.

O grande responsável pela evolução nos negócios foi o Pavilhão Internacional, que teve um crescimento de 722% na comparação com o ano passado, R$ 40 milhões. O montante apresentado, R$ 328,644 milhões, representa vendas de commodities (soja e farelo de soja) e atração de investimentos. Dois negócios foram os mais significativos. 

O primeiro é a negociação de um moinho argentino para instalação de uma unidade no interior gaúcho. O outro, os dividendos de acordo feito por meio de uma trading de São Paulo para negociação de soja pelo Porto de Açu (RJ) para o Porto de Las Palmas nas Ilhas Canárias (pertencente à Espanha).

O balanço feito no último dia da feira indicou a presença de 265.600 visitantes, representando um crescimento de 10,4% na comparação com o público no ano passado (240.600 pessoas). Mânica ainda destacou que a pesquisa com o público realizada durante a mostra revelou que 99% dos visitantes saíram satisfeitos do parque.

Em relação às vendas, houve crescimento de 31% nos negócios via bancos de fábrica. Já as vendas por meio das instituições financeiras públicas e privadas tiveram queda de 16% e as aquisições com recursos próprios caíram 10%. No Pavilhão da Agricultura Familiar, as vendas cresceram 4%, totalizando R$ 1,089 milhão.

Para Mânica, alguns fatores impediram que os negócios fossem maiores. “A estiagem e a incerteza com os juros limitaram um crescimento mais significativo”, disse o dirigente, lamentando a colocação do ministro da Agricultura, Blairo Maggi, para a imprensa, durante sua visita à Expodireto na quinta-feira, de que não haveria redução nos juros. “Isso pode ter influenciado”, admitiu.

FEIRA DE 2019 - O presidente da Cotrijal confirmou que a 20ª edição da Expodireto será realizada de 11 a 15 de março de 2019. “Temos um desafio, como acontece todos os anos: fazer uma mostra melhor do que a anterior”, enfatizou.

Confira os números das edições anteriores.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Expodireto Cotrijal